terça-feira, 2 de dezembro de 2008

0034 [INTERATIVO] Estou apaixonada pelo meu psicanalista

Estou loucamente apaixonada pelo meu psicanalista. Declarei-me, ele esboçou um sorriso e disse que amor é bom, que a recíproca é verdadeira, mas nunca aceitou um convite meu! E que se fosse fora do consultório teria rolado, ainda me perguntou por que eu não tentava conquistá-lo. Dei-lhe um perfume e conversávamos semanalmente do exterior por telefone. Falei que estou sofrendo e vou me entregar a outro homem para esquecê-lo, e disse que poderia indicar outro profissional se eu não puder continuar, mas diz que quem entra ali não sai mais. Estou prestes a lascá-lo um beijo na boca dentro do consultório!
Ana, 30.

Muito contundentes algumas afirmações: o desafio da conquista, os telefonemas internacionais, toda a descrição já caracteriza o romance. O que não está claro a mim é o que sua pergunta pretende. Parece que só falta chegar os finalmentes. Seria o motivo de sua angústia? Outra possibilidade é a de poder se posicionar como objeto de desejo daquele que muitas desejam (?). No final da questão você já diz que vai ‘lascá-lo’ um beijo na boca! É interessante que o beijo surge no momento em que você perde o lugar de objeto de desejo dele, indicando-lhe outro profissional.

Causa estranheza ele dizer que ‘fora do consultório teria rolado’. O risco de ele perder o lugar de psicanalista na relação é muito maior que a possibilidade de resultados eficazes.
Porém, ambos são os responsáveis pelas suas ações.
Para enviar perguntas: gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...