quinta-feira, 5 de março de 2009

0036 [INTERATIVO] Ela quer o divórcio, mas eu a amo!

Vi um torpedo comprometedor no celular de minha esposa a um líder da igreja dela, mas jurou de pé junto que não aconteceu nada fisicamente. Com esforço reconsiderei. Pedi que desse um tempo com a igreja, mas ela continuou. Muito estimulado por ela fiz uma viagem de 30 dias para visitar uma filha distante. Mas ao retornar sequer um beijo recebi. Disse que não sentia mais nada e quer o divórcio. Estou chocado, triste, sem apetite. Ela é a única mulher que amei na vida e está irredutível.

Jonas, MS.

Pelo teor do email que recebi, com mais detalhes que aqui colocados, você desenhou uma situação que há tempos está na descendente. A escolha religiosa diferente da sua talvez já indicasse a busca de algo fora de sua vida mais que uma escolha pela ideologia religiosa em si. o torpedo introduz um terceiro na relação do casal, já se configurando a escolha dela.

Ela deu vários sinais, talvez na esperança que você tomasse uma atitude por ela, na direção do desejo dela, assim se livrando do ônus da decisão desejada. Mas ao relutar para salvar o casamento forçou, sem saber, que ela expressasse aquilo que já vem ocorrendo há tempos dentro dela. Como ela já estava fora do casamento há mais tempo que você, o choque que recebe é natural, pois negou olhar as evidências como fatos, sempre as considerando como irrelevantes. Quando um não quer...

Para enviar perguntas: gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...