segunda-feira, 7 de abril de 2008

0001 [PERG/RESP] Separação forçada, saudades da família

Uma separação forçou-me a sair da cidade, deixando três filhos do primeiro casamento e um desse. Há um ano moro num lugar maravilhoso, mas sem vida social e familiar. Após conhecer um homem num site, convivemos 1 mês aqui em Santa Catarina, mas ele ficou com saudades da família e voltou para Minas. Estou péssima, com saudades da família e dele. A felicidade parece não existir!
Fênix.

Deixei 3 filhos pra trás agora estou sozinha
Situações forçadas trazem consequências. Fica-me a impressão que essa saudade da família veio meio na carona da partida de seu amor para Minas. A propósito, uma convivência de um mês não é um prazo muito curto para se avaliar seu sentimento? Sim, existe a possibilidade de tê-lo amado, mas considerando-se sua circunstância de vida isolada, distante dos seus, carente de afetos, ele ficou carregado de idealizações.
Diz o dito que ‘pra se conhecer uma pessoa é preciso comer um saco de sal juntos’. Sem dúvidas que o início dos relacionamentos tende a ser mais prazeroso, pois amamos a nós mesmos no outro. Só com o tempo passamos a ver o outro como tal como ele é. Além disso, tem a ausência real dos filhos e a retirada brusca do ambiente que lhe provia os afetos sociais, familiares, etc.
Na busca pela felicidade o outro fica como o responsável. Buscar o centro de sua vida fora de si mesma nunca lhe permitirá perceber a existência da felicidade que só encontramos em nós mesmos.
 #
P a r a   e n v i a r   p e r g u n t a s : gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...