terça-feira, 17 de junho de 2008

0011 [INTERATIVO] Fiquei deprimida pela minha paixão

Apaixonei-me por um rapaz e por anos ele foi meu carma. Namorei um amigo dele durante um ano e sete meses, mas descobri que ele me afastou daquele que eu era apaixonada e sofri demais. Já estou sozinha há quase dois anos sem conseguir gostar de ninguém, sem vontade de sair. Estou sem vontade de me arrumar. Tenho medo que meus pais morram, minha irmã se mude de cidade, enfim tenho medo de ficar sozinha. O que eu poderia fazer? Sinto-me muito deprimida.
Rosy
 

Meu namorado me afastou de minha paixão
Não sei que idade tem e nem que idade tinha quando começou seu ‘carma’ com essa paixão, mas o fato é que ainda não o esqueceu. Viveu um namoro sufocando seus sentimentos e com isso negou uma verdade, dificultando atravessá-la.
A descoberta não é algo fácil mesmo, mas deprimir-se revela o quanto ele lhe representa. Mais do que isso, uma incapacidade de superar os problemas que a vida lhe apresenta.
Um dos sinais do deprimido é o sentimento de insegurança; fantasias de morte de pessoas significativas não são raras. Em seu caso específico, o sofrimento vivido a levou a uma conclusão distorcida da realidade, fazendo-a crer numa suposta incapacidade de superação do problema que lhe colocou em depressão e isolamento. Esses sentimentos criaram tais fantasias de perda, seja pela morte, seja por distância.
A solução se encontra dentro de você mesma. Mas é preciso querer encontrá-la. Mesmo que fazendo algum esforço inicial é necessário sair do casulo diversificando as atividades com exercícios físicos, baladas, e muito trabalho.
#
P a r a   e n v i a r   p e r g u n t a s : gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...