terça-feira, 24 de junho de 2008

0012 [INTERATIVO] Estou perdida no labirinto que criei

Estou cansada de ser boazinha com meus filhos e com os limites do meu marido. Meu filho com problemas mentais é o que me dá menos trabalho; tenho outro filho com transtorno de humor, uma com 38 que pensa ter 15, e outra que resolveu se casar sem pensar que também tenho sonhos. Enfim preciso me encontrar nesse labirinto que eu criei!
Vera, 58, RJ.
 

Perdida num labirinto
 Admitir ser a criadora dos seus labirintos é o primeiro passo para solucioná-los. É claro que essa carga de problemas familiares dificulta achar a solução, mas não a isenta da responsabilidade diante de tudo.
Fiquei me perguntando em que se baseou para supor que sua filha devesse não casar-se agora em prol de seus sonhos. O ônus e o bônus da decisão dela cabem somente a ela, assim como a realização de seus sonhos cabe apenas a você. Mas falta-me informação para se avaliar a situação.
Não é curioso que seu filho com problemas mentais seja o que lhe cause menos trabalho? Em geral é o contrário, mas também não ficou claro que tipo de problema ele tem.
Mas a coisa não para por aí, e você se queixa de cada um de uma forma diferente. Ser boazinha talvez tenha sido seu engano. Não se pode ser bonzinho o tempo todo, precisamos delimitar nosso território para que o outro entenda até que ponto pode ir. Sem isso fará as pessoas pensarem que podem tudo, e o mundo não funciona assim.
#
P a r a   e n v i a r   p e r g u n t a s : gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...