terça-feira, 1 de julho de 2008

0013 [ARTIGO] Em Busca de Aconchego

EM BUSCA DE ACONCHEGO

O falecido psicólogo Ângelo Gaiarsa quando esteve em Piracicaba (set/99) narrou uma experiência dos anos 60 que nos leva a refletir.
Alguns chimpanzés, pouco depois de nascidos, foram separados da mãe pelo pesquisador e colocados numa jaula contendo duas armações de arame no tamanho e forma de um chimpanzé adulto. Numa havia duas mamadeiras para substituírem os seios do chimpanzé-mãe, e, na outra armação que era envolvida com um pano macio (feltro ou veludo) havia uma lâmpada pelo lado de dentro aquecendo o tecido.
Eles ficavam 99% do tempo
no aconchego e 1% no alimento
Tudo fora medido, cronometrado e verificou-se que os macaquinhos ficavam 99% do tempo na armação aquecida com a lâmpada em busca de calor e aconchego e apenas 1% do tempo na mamadeira. Quando sentiam fome eles corriam mamar um pouco, mas logo voltavam. Segundo Gaiarsa, os números são exatos, e não para impressionar. Conclusão dos experimentadores: é muito mais importante o contato físico do que a alimentação.
Essa conclusão nos leva a uma reflexão em nossas relações familiares em primeira instância. Presenteamos a criança com objetos, muitas vezes caríssimos, e ainda cobramos delas que gastamos uma fortuna, quando um passeio para comer um cachorro-quente na praça ou no teatro faria muito mais. Estaríamos oferecendo-lhes o calor do adulto que parece ter esquecido o quanto isso um dia lhe foi importante.
Fonte: Palestra - “A Eterna Juventude Será Possível?” (Ângelo Gaiarsa – set/99, Piracicaba/SP).

P a r a   e n v i a r   p e r g u n t a s : gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...