quarta-feira, 10 de setembro de 2008

0023 [ARTIGO] ALCOOLISMO (IV) - SINAIS DE DEPENDÊNCIA

ALCOOLISMO (IV) - SINAIS DE DEPENDÊNCIA DO ÁLCOOL


Já falamos sobre alguns sinais de dependência. Mas é necessário que a manifestação de pelo menos três dos sintomas abaixo ocorra dentro de 12 meses para se falar em dependência:
· O individuo persiste, apesar dos danos;
· O consumo se dá em locais não propícios, a qualquer hora, sem motivo especial, etc.;
· Negligência progressiva de outros prazeres e interesses;
· Reinstala-se o quadro rapidamente com o retorno de seu uso;
· Estreita-se o repertório pessoal de consumo;
· Há compulsão no consumo;
· O sujeito tem consciência da dificuldade de seu controle;
· O álcool é usado para se evitar a síndrome de abstinência;
· Ele tem consciência da estratégia;
· Aparecem estados fisiológicos de abstinência;
· Efeito tolerância (mais álcool = mesmo efeito);
O beber pode também se caracterizar como social, abusivo ou dependente, ocorrendo no último a perda da capacidade de controle sobre a bebida, incapacidade de manter o consumo planejado, excesso na frequência e quantidade de uso, além dos conhecidos problemas profissionais, familiares, sociais, etc.
Três elementos interagem favorecendo a dependência: a substância psicoativa (química), a personalidade do sujeito e o contexto em que este se encontra (de natureza sócio-cultural, dinâmica e polimorfa). A força da intensidade da interação entre esses três elementos (produto x indivíduo x meio) determinará a força da dependência.


Para enviar perguntas: gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...