quarta-feira, 28 de novembro de 2012

0118 [Artigo] O Sucesso e a Máscara de Bruno



O SUCESSO E A MÁSCARA DE BRUNO

“O dinheiro e a fama dão o sentimento de expansão na pessoa de um ‘pode tudo’,
que é profundamente angustiante no ser humano“. (Jorge Forbes)

Não lidar bem com o sucesso
faz emergir o 'mascarado'
A mídia tem noticiado com exaustão o caso Bruno sob o prisma dos fatos. Enfocarei o sucesso de Bruno.
Etimologicamente sucesso vem de ‘cair’ (sucedere, de ceder); é um acontecimento que cai, o sujeito cai do grupo a que ele pertence, se destaca. Aquele que se destaca sai do estático em que o grupo se encontra.
Seu sucesso profissional, financeiro, notoriedade, etc., ocorreu cedo. Quando ele é gradativo é decorrência de méritos acumulados. O de Bruno aconteceu explosivamente.
Jorge Forbes, renomado psicanalista diz: “Ter sucesso é não poder se reconhecer no outro. (...) O sucesso precisa ser recebido com maturidade. Caso contrário acontece o mascarado”.
Foi o que aconteceu. Casado se permitia outras mulheres, modelos, amigos suspeitos. É o desenho do mascarado, algo do tipo “eu sou O Cara”.
A pessoa com sucesso sente dificuldade de se legitimar, e encontra basicamente duas maneiras de fazer isso: se mascarando ou se responsabilizando por todas suas ações, sem exceção alguma. No segundo caso a ação é um limite, já que a responsabilidade a acompanha.
Lidar com o sucesso implica suportar o risco que ele representa. É preciso ultrapassar a fase das expectativas do outro, base das máscaras. O mascarado sempre depende da aprovação do outro.

P a r a   e n v i a r   p e r g u n t a s : gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...