domingo, 13 de março de 2011

0063 [Artigo] Tabaco (VIII) Síndrome de Abstinência


Tabaco (VIII) – Síndrome de Abstinência

Ei, vc aí, dá um cigarrinho ai!
Como é característica de qualquer droga, a síndrome de abstinência surge com sua remoção, após a pessoa se tornar dependente. Na abstinência do tabaco surgem: 
a) ansiedade; 
b) irritabilidade;
c) agitação;
d) sudorese;
e) tosse;
f) apetite por doces;
g) alterações no sono;
h) redução do ritmo cardíaco;
i) redução da pressão arterial;
j) alteração na concentração;
k) tontura;
l) dor de cabeça.
Durante a abstinência surge um desejo incontrolável de fumar. O acesso fácil e o estímulo da mídia fazem da nicotina a droga de mais fácil recaída. A síndrome dura de duas a quatro semanas, e os sintomas começam a surgir 8 horas após o último cigarro. Seu auge ocorre por volta do terceiro dia.
Dos dependentes do tabaco, 70% querem deixar, mas somente 5% o fazem por si próprio. Antes de abandonarem definitivamente ocorre de cinco a sete tentativas de interrupção, e suas recaídas ou dificuldades em se manterem sem uso durante o período da síndrome.
Os tabagistas que reduzem para 50% de seu uso já apresentam sintomas da síndrome que persistem por meses. 75% dos dependentes recairão num prazo de até cinco anos. 60% dos que fumarem por mais de um mês e meio fumarão por mais 30 anos de suas vidas, mesmo tentando se livrar do vício.
#
P a r a   e n v i a r   p e r g u n t a s : gobett@tribunatp.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

ATENÇÃO! Palavras ofensivas, spams, links serão removidos. Perguntas SOMENTE pelo pelo e-mail >> gobett@tribunatp.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...